sexta-feira, 1 de junho de 2012

Municípios da Baixada vão formar consórcio para gestão de entulho

Seis municípios da baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, assinaram, na tarde da última quinta-feira (31), o Protocolo de Intenções para a formação do Consórcio Público de Gestão dos Resíduos Sólidos da Baixada Fluminense.

Coordenada pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estado do Ambiente (SEA), com investimento de 28 milhões do Fundo Estadual de Conservação Ambiental (Fecam), a iniciativa envolve as cidades de Belford Roxo, Duque de Caxias, Mesquita, Nilópolis, Nova Iguaçu e São João de Meriti, tendo como um dos objetivos a formação de um Consórcio para a Gestão dos Resíduos Sólidos da Baixada Fluminense, com prioridade para os resíduos da construção civil.

A estimativa é de que diariamente sejam produzidas 3.500 toneladas de resíduos de construção civil na Baixada Fluminense, volume superior ao da geração diária de lixo domiciliar. O objetivo do consórcio é fazer com que este material seja depositado em 107 ecopontos para a captação do entulho descartado por pequenos geradores. Cerca de 3 milhões de moradores dos seis municípios serão beneficiados com a iniciativa. Doze dos 107 ecopontos serão construídos até março de 2013. A

O projeto começou a ser elaborado em 2010, por demanda dos municípios durante a execução do Projeto Iguaçu, que visa ao desassoreamento de rios da região e a recomposição urbanística de suas margens. Este projeto será importante para o cumprimento da Politica Nacional de Resíduos Sólidos que prevê a gestão dos resíduos de maneira associada e sustentável entre os municípios.